Sobre mim

Especializada em Direito Trabalhista
25 anos de experiência em advocacia trabalhista, formada na PUCC Campinas - SP

Verificações

Ana Célia Sousa Esteves, Advogado
Ana Célia Sousa Esteves
OAB 121.605/SP VERIFICADO
O Jusbrasil confirmou que esta OAB é autêntica
PRO
Desde Julho de 2018

Principais áreas de atuação

Direito do Trabalho, 29%
Direito do Consumidor, 17%
Direito de Família, 17%
Direito Previdenciário, 17%
Direito Civil, 17%

Primeira Impressão

(1)
(1)

1 avaliação ao primeiro contato

Recomendações

(3)
Christina Morais, Advogado
Christina Morais
Comentário · há 2 meses
Essa história é um absurdo total. Ela era escrava mesmo. Não era nem filha e muito menos empregada. Se fosse pra ser filha seria tratada como os irmãos, teria uma cama num quarto da casa, teria suas coisas, usaria de tudo que todos usam, estudaria nas mesmas escolas, chamaria os "algozes" de pai e mãe (e lógico, eles não seriam algozes). Receberia amor e carinho, teria roupas compradas nas mesmas lojas, visitaria os mesmos médicos e dentistas e logicamente, nem preciso dizer, o único serviço doméstico seria fazer a própria cama, lavar a própria louça e eventualmente AJUDAR a mãe ou até mesmo a empregada da casa a fazer alguma coisa, pois essas pequenas tarefas domésticas fazem parte do dia a dia de qualquer morador de uma residência e nós, q fomos EDUCADOS de verdade, começamos cedo a ter responsabilidades. Mas não dá pra comparar com a situação da solange. q era de escrava mesmo. E uma escrava mal tratada, pra piorar. Eu vi a reportagem com ela. A ouvi testemunhando. A vida deixa marcas visíveis numa pessoa. É notório a qualquer um que ela não recebeu boa educação de uma família amorosa. Ela não tem o porte de quem teve educação de nível de classe média. É uma pessoa muito humilde e que graças à Deus, com a maturidade, tomou a decisão de assumir as rédeas do próprio destino e com ajuda de uma pessoa, conseguiu desvencilhar-se daquele cativeiro. Que Deus ilumine agora o seu caminho e a proteja de todos os males, pois ela ainda é uma pessoa vulnerável e agora, pra piorar, é uma pessoa vulnerável com um milhão para receber, o que pode atrair outros malfeitores e aproveitadores, pois ela não aprendeu (porque não teve a chance) a administrar nem a mesada da merenda, muito menos qq remuneração justa por seu trabalho, imagina uma bolada! Acho que juridicamente ela já está amparada, mas ela ainda precisa de orações.

Perfis que segue

(27)
Carregando

Seguidores

(1)
Carregando

Tópicos de interesse

(5)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Ana
(19) 3291-...
Ver telefone
Rua Conceição, 233 - Campinas (SP) - 13010050

Ana Célia Sousa Esteves

Rua Conceição, 233 - Campinas (SP) - 13010-050

Rua Don Francisco de Campos Barreto, 8 - Paulínia (SP) - 14140-490

Entrar em contato